Ola!!!

Tirei 10 dias de férias (23/08 a 01/09), juntamente com minha esposa, para voltarmos a Caldas Novas (esta é a 5a.vez que vamos para lá), e aproveitar para fugir do frio. A viagem de ida foi cansativa, pois deveriamos ter parado em Uberlandia, para, no dia seguinte, seguir viagem, mas como eram 17:30h quando chegamos proximo a Uberlandia, resolvemos esticar mais um pouco e ir até nosso destino final.

Chegamos em torno das 19:30h. Fomos direto para o hotel Samburá, próximo ao Centro, onde já estivemos outras duas vezes, e gostamos. A diária estava 74,00 para o casal, com café da manhã. Fomos nos instalar, mas começaram as surpresas desagradáveis. Estávamos muito cansados, e ansiosos por um bom banho e uma cama, mas não gostamos das acomodações que nos foram reservadas. Pedimos a troca do quarto (o Hotel estava com pouca ocupação), mas o novo quarto estava muito ruim também. A geladeira não funcionava, a cama estava com ripas quebradas, a janela estava sem cortina… enfim, não estava nada agradável. Fomos para outro quarto que também apresentava uma série de problemas (parece que esqueceram de fazer manutenção nestes anos que estivemos fora). Por fim, nos ajeitamos em um quarto, utilizando a geladeira de outro quarto (também trocaram o chuveiro que estava queimado).

Pela manhã, fomos tomar o desjejum, e era fraquissimo, além de que a pessoa que repunha os alimentos era a mesma que estava fazendo faxina, portanto tinhamos que esperar ela terminar de fazer a limpeza para providenciar o que estava faltando. O jardineiro, para ajudar, estava molhando as plantas, que ficam junto a janela do restaurante, e as janelas estavam abertas, então ele molhava as mesas e os alimentos… Uma lastima…

Terminamos de comer o que deu, e saimos a procura de um outro lugar, pois não dava para continuar nesse hotel. Achamos logo ao lado um Flat, novo, que estava cobrando 80,00 a diaria para o casal, sem café da manhã, e tinha convenio com o Tropical Club. Mudamos imediatamente, após acertar o nosso pessimo pernoite no Samburá.

O Flat era novo, o apartamento estava bem equipado, e nos instalamos, ai sim começando as nossas pequenas férias. O Tropical é um ótimo clube, com 10 boas piscinas, com boa manutenção (nas águas, pois em algumas piscinas faltavam alguns azulejos, e com a vantagem de só termos que atravessar a rua). Como no café da manhã gostamos de comer bastante frutas, pães integrais, coalhada,  e não é muito normal encontrar nos hotéis, então não fez diferença para nós, o fato de não estar incluído no preço.

O Di Roma, estava ampliando sua area de lazer, construindo um rochedo artificial, com uns toboáguas (vimos por fora), com uma altura em torno de 20 mts. , e um dos escorregadores era bem inclinado. É mais para quem gosta de viver uma grande aventura. A comida nos restaurantes era bem variada, e os preços variavam de 8,50 por pessoa, comendo a vontade, até 25,00 o quilo.

No mais, a temperatura ajudou bastante, sempre ficando em torno de 30 graus, e a temperatura da água sempre agradável. Tanto na ida, como na volta, encontramos na estrada lagartos, bem grandes, creio que com 1,50 mts, atravessando a pista bem sossegados, fora da faixa de pedestres, correndo grandes riscos. Não atropelamos nenhum deles. Foi um na ida e dois na volta. Apesar dos transtornos com o Hotel Samburá, valeu a pena o passeio. Recomendamos o flat e o clube em frente ao hotel.tropical-club-caldas-novas

COMPARTILHAR
Artigo anteriorAinda que caiam os céus – Livro
Próximo artigo01 – Gênesis
Alipio de Almeida, 57 anos, casado desde 1974. Agora, em 2016, estou com 65 anos. Pai de 3 filhos queridos, e bem casados, já tenho 5 netos, mais uma a caminho, e tenho um cachorro doidão, o Freud. Administrador de empresas e analista de sistemas, aposentado. Proprietario orgulhoso de um Logan 1.6 2009. Aguardando ansiosamente pela volta de Jesus.