Ontem assisti o filme “Até o último homem”, dirigido pelo Mel Gibson, e gostei muito. O estilo do Mel Gibson é de muita violência, muito sangue correndo, mas, tirando essas cenas, o filme é de ótima qualidade. Conta a história real do soldado Desmond T. Doss, que no período da 2a. Guerra Mundial, resolve se alistar, para atuar como médico do exército americano, e se recusa a pegar em armas. Durante a Batalha de Okinawa ele trabalha na ala médica e salva cerca de 75 homens. Doss foi condecorado pelo feito, pois enquanto o exército americano bate em retirada durante um ataque japonês, ele continua a salvar soldados feridos, no campo de batalha. Ele foi o primeiro Opositor Consciente da história norte-americana a receber a Medalha de Honra do Congresso. Vale a pena assistir, pois ele mantem a fidelidade a Deus, mesmo diante de tantas pressões e ameaças.

https://www.youtube.com/watch?v=PPpzpdL3I6M