Disse Davi a Abisai: Tão certo como vive o SENHOR, este o ferirá, ou o seu dia chegará em que morra, ou em que, descendo à batalha, seja morto – I Samuel 26:9-10
Mais uma vez, os fofoqueiros dos zifeus foram a Saul, para dizer-lhe onde encontrar a Davi (v.1), e mais uma vez, Saul ao invés de se preocupar com seus inimigos, os filisteus, saiu para caçar “uma pulga, como quem persegue um perdiz nos montes” (v.2,20). Enquanto Saul e seu exército descansavam com um sono profundo, vindo da parte do SENHOR (v.12), Davi e um de seus soldados, Abisai, foram até o acampamento e apesar de terem a oportunidade de matar Saul, apenas roubaram a lança e a bilha de água que estavam próximos a cabeça de Saul (v.7-12).
 Davi pega a lança e a bilha de Saul
Davi se nega a matar uma pessoa ungida por Deus, e prefere continuar aguardando o momento em que Deus vai lhe entregar o reino de Israel, conforme Samuel já o havia ungido. Logo cedo, do alto de um monte ao longe, em segurança, Davi chama ao rei e a Abner, o comandante de suas tropas, e mostra os objetos retirados do lado do rei, enquanto todos dormiam (v.13-16). Saul reconhece que errou e que mais uma vez tinha procedido como um louco (v.21), e cada um segue o seu caminho.
Muitas vezes Deus abre oportunidades, para que avaliemos se realmente essa é uma resposta Sua aos nossos apelos, mas precisamos conhecer a Palavra, para ver se não é apenas um teste de fidelidade de nossa parte. Deus sempre está preparando alguma coisa maior para aqueles que Lhe são fiéis. Aguarde! Davi entendeu que aquele ainda não era o seu momento, e enxergou que Deus estava com ele o preparando para reinar sobre Israel.