No domingo a noite, chegamos com um pouco mais de 2 h. de antecedência, e no check-in, tivemos que passar por um interrogatório razoável, com perguntas do tipo – de quem são essas malas , vocês mandaram consertar em algum lugar, estão trazendo alguma encomenda de alguém… e assim por diante. Depois desse primeiro interrogatório, tivemos que passar pela alfandega, mais um pouco de burocracia, para enfim embarcar (perde-se muito tempo na Policia Federal, e a fila estava enorme… Nem vi que avião que era, pois entramos por um corredor direto dentro do avião… Para o tanto de horas que iriamos viajar, o espaço de cada um era muito pequeno… Tínhamos televisões individuais, e como eu não conseguia dormir (acho que na viagem toda não dormi mais do que 1:30 h), aproveitei para assistir dois filmes, que gostei e aproveito para recomendar: O Discurso do Rei, acho que era esse o titulo, e o outro depois vou tentar lembrar o nome e conto…. Viagem longa e extremamente cansativa, afora o fato de estarmos, eu, minha esposa e a sogra, sentados no meio e entre duas pessoas, uma em cada ponta… para ir ao banheiro, tínhamos que esperar a outra pessoa manifestar que estava acordada, ou acordá-las, caso a situação fosse critica.

Um pouco depois do avião levantar voo, foi-nos servido o jantar, e como haviamos solicitado uma refeição vegetariana, logo vieram perguntar se era para nós a refeição especial… Até que estava boa, apesar de não ter temperos… Pela manhã, uma hora antes do pouso, foi servido um café da manhã, e trouxeram uma alimentação que estava mais para almoço do que para desjejum… Comemos bem, e foi a ultima vez, até chegarmos a Loma Linda.

Finalmente chegamos a Dallas, um aeroporto enorme, tendo até um monotrilho (monorail) para conduzir de um portão (gate) para outro, apesar que com um pouco de disposição, dá para fazer a caminhada, mas estávamos muito cansados devido a viagem longa. Enquanto aguardávamos a nossa vez de passar pela alfandega, um lindo beagle veio fazer festa na minha mala de mão, só que trazia um policial junto com ele, e estava informando que tínhamos na bagagem alguma coisa ilegal. Logo o policial perguntou o que havia na mala, e meu filho explicou que era uma pera (eu não falo inglês), na realidade apenas o miolo,  pois a pera eu já havia comido, e ele nem pediu para mostrar, mas apenas fez uma anotação em nossa ficha de declaração de que não tínhamos trazido nem uma semente, nem fruta, nem nada parecido que pudesse contaminar o solo americano… Era tarde demais, pois eu estava aguardando chegar próximo a uma lixeira para descarregar o lixo, incluindo duas garrafas de água e duas caixinhas de suco, ganhas no avião… O pior é que o policial deu uma volta com ele pelo restante da fila, e quando vemos o beagle já estava fazendo festa novamente em nossa bagagem, mas o policial mesmo se encarregou de levar ele para outro canto… tudo por uma pequena recompensa que o policial dava para ele…beagle

Mas o pior estava por vir, pois na hora de passar a bagagem, fomos encaminhados para uma ala especial, onde já nos aguardava um policial muito mal humorado, que tentou de todas as formas nos desqualificar, e ameaçando com multa de até 3.000 U$ (tudo por causa de um resto de pera que ainda não tinha ido para o lixo). Depois de testar a nossa paciência e a nossa fé (estávamos em oração enquanto aguardava ele acabar de demonstrar toda a sua autoridade), finalmente nos liberou para passarmos as demais malas pela esteira, e logo depois um novo susto, pois uma policial, bem mais educada,  perguntou se havia algum pó ou semente para plantar e pediu para abrirmos outra mala… Ela foi direto em um saco de feijão fechado, e depois de olhar o produto nos liberou… pensei que iria dar cadeia para o nosso grupo… Finalmente liberados mais uma vez, corremos para pegar o avião que já estava chamando os passageiros… Graças a intervenção de Deus escapamos de uma boa…

Agora o avião era bem menor, e fomos sentados um em cada canto do avião, em fileiras separadas, e a unica coisa que nos foi servida foi água ou suco, ou para quem queria pagar a parte, outras bebidas… Rumo a Los Angeles.aeroporto-de-dallas