ou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá. João 11:25

A morte não tem nada de engraçado, mas, às vezes, algumas pessoas a enca­ram com bom humor e criam epitáfios originais, singulares, irreverentes, hilários ou bizarros. Veja alguns exemplos imaginários:

Arqueólogo: Finalmente, fóssil! Bombeiro: Apaguei! Cartunista: Partiu sem deixar traços! Jogador: Perdi a aposta com a morte! Ecologista: Entrei em extinção! Sapateiro: Bati as botas! Hipocondríaco: Não disse que estava doente? Humorista: Isso não tem a menor graça! Medroso: Morri de medo! Jogador de videogame:Game over! Juiz: Caso encerrado!

Brincadeira à parte, há também epitáfios bem apropriados para seus persona­gens e outros que revelam verdades teológicas. O cantor Frank Sinatra escolheu uma frase que expressa esperança: “O melhor ainda está por vir.” A excêntrica atriz Joan Hackett, que exigia dormir de 10 a 12 horas para interpretar bem seus papéis, costumava pendurar um recado na porta do quarto o qual virou epitáfio: “Vá embora; estou dormindo.” A lápide do cantor Cazuza diz: “O tempo não para.” E a do escritor Rubem Braga sentencia: “De volta às cinzas.” Mel Blanc, o homem das mil vozes, escolheu: “Isso é tudo, amigos!” E o ator Buster Keaton, apropria­damente, encerrou a carreira com uma palavra célebre: “Fim!”

Na Bíblia, encontramos frases que poderiam adornar as tumbas de alguns heróis. Por exemplo, Moisés: “Em Israel nunca mais se levantou profeta como Moisés, a quem o senhor conheceu face a face” (Dt 34:10). Jó: “Eu sei que o meu Redentor vive, e que no fim se levantará sobre a terra” (Jó 19:25). Daniel: “No final dos dias, você se levantará para receber a herança que lhe cabe” (Dn 12:13). Paulo: “Combati o bom combate, terminei a corrida, guardei a fé. Agora me está reservada a coroa da justiça, que o Senhor, justo Juiz, me dará naquele dia” (2Tm 4:7, 8). João: “Ele enxugará dos seus olhos toda lágrima. Não haverá mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor, pois a antiga ordem já passou” (Ap 21:4).

Todas essas frases são espetaculares. Mas nenhum personagem, por mais criativo e ousado que seja, jamais poderá dizer: “Eu sou a ressurreição e a vida” (Jo 11:25). Apenas um pode escolher esse epitáfio, pois venceu a morte e é a per­sonificação da vida. Por causa dele, você pode escrever: “Eu tenho a ressurrei­ção e a vida!”epitafios