Nem Eu tampouco te condeno; vai e não peques mais. João 8:11

O ideal de Deus para Seus filhos é mais alto do que o pensamento humano pode alcançar. “Sede vós pois perfeitos como perfeito é o vosso Pai celeste” (Mt 5:48). Esse mandamento é uma promessa. O plano da redenção visa a nosso completo libertamento do poder de Satanás. Cristo separa sempre do pecado a pessoa contrita. Veio para destruir as obras do diabo e tomou providências para que o Espirito Santo fosse comunicado a toda pessoa arrependida, para guardá-la de pecar.

A influência do tentador não deve ser considerada desculpa para qualquer má ação. Satanás fica feliz quando ouve os professos seguidores de Cristo apresentarem desculpas quanto à sua deformidade de caráter. São essas escusas que levam ao pecado. Não há desculpas para pecar. Uma santa disposição e uma vida cristã são acessíveis a todo filho de Deus, arrependido e crente.

O ideal do caráter cristão é a semelhança com Cristo. Como o Filho do homem foi perfeito em Sua vida, assim devem Seus seguidores ser perfeitos na sua. Jesus foi em todas as coisas feito semelhante a Seus irmãos. Tornou-Se carne, da mesma maneira que nós. Tinha fome, sede e fadiga. Sustentava-se com ali­mento e refrigerava-se pelo sono. Era Deus em carne. Ele compartilhou da sorte do ser humano; porém, foi o imaculado Filho de Deus. Seu caráter deve ser o nosso. Diz o Senhor dos que nEle creem: “Habitarei e andarei entre eles; serei o seu Deus, e eles serão o Meu povo” (2Co 6:16).

Cristo é a escada que Jacó viu, tendo a base na Terra, e o topo chegando à porta do Céu, ao próprio limiar da glória. Se aquela escada tivesse deixado de chegar à Terra, por um único degrau que fosse, teríamos ficado perdidos. Cristo, porém, vem ter com cada um de nós onde nos achamos. Tomou nossa natureza e venceu, para que, revestindo-nos de Sua natureza, nós pudéssemos vencer. Feito “em seme­lhança de carne pecaminosa” (Rm 8:3), viveu uma vida isenta de pecado. Agora, por Sua divindade, firma-Se ao trono do Céu, ao passo que, pela Sua humanidade, Se liga a nós. Manda-nos que, pela fé nEle, atinjamos a glória do caráter de Deus. Portanto, devemos ser perfeitos, assim como “é perfeito o vosso Pai que está nos Céus” (Mt 5:48, ARC) (O Desejado de Todas as Nações, p. 311, 312).Jesus e a pecadora (2)