DEUS USA OS LIVROS – MM 2019

0
280

Quando vieres, traze a capa que deixei em Trôade, em casa de Carpo, bem como os livros, especialmente os pergaminhos. 2 Timóteo 4:13

O surgimento da obra de publicações na América do Sul foi marcado por uma fé inabalável. Em 1905, no Colégio de Camarero, hoje Universidade Adventista del Plata, foi instalada uma imprensa, como se chamava na época. No ano de 1906, ela foi transferida para o bairro de Florida, em Buenos Aires e, em 1920, passou a ser chamada de Associação Casa Editora Sul-Americana (ACES).

Em 1974, um incêndio provocou danos irreparáveis. A editora foi reconstruída. Hoje são consumidas cerca de 2 mil toneladas de papel por ano, que levam esperança, e são incontáveis os testemunhos de vidas transformadas. Um deles aconteceu no verão de 1984, em Santa Rosa, na província de La Pampa, na Argentina. Hana, com 33 anos, lutava sozinha para sustentar a casa e criar três filhos. Muito necessitada, entendia que precisava de uma igreja e pediu a Deus uma direção.

Três dias depois, um colportor chegou à sua casa. Ele lhe apresentou uma grande Bíblia ilustrada, que a fez se lembrar da Bíblia de sua avó, quando vivia na República Tcheca. A avó era uma fiel adventista. Quando Hana tinha 12 anos, teve que se mudar para a Argentina, e as duas se separaram.

Sabendo que o colportor também era adventista, Hana comprou dois livros: um sobre receitas e O Desejado de Todas as Nações. Decidiu ir à igreja, começou os estudos bíblicos e, em poucos meses, foi batizada. Com muito esforço, Hana se mudou para Libertador San Martín, para que seus filhos pudessem estudar no Colégio Adventista del Plata. Dedicou-se à colportagem e conheceu aquele que “vendeu” os livros que mudaram a sua vida, o pastor Carlos Fernandez.

Seus filhos foram preparados para servir a Deus. Natalia é fisioterapeuta. Alejandro é pastor, e Gabriel, também pastor, é diretor-geral da ACES, a mesma editora de onde saíram os livros que transformaram sua família. A semente plantada deu um grande resultado.

A literatura tem acompanhado a história do povo de Deus. Além disso, a revelação divina está registrada em um livro. Ainda hoje, existe muita gente precisando receber um livro para iluminar, curar e salvar. Faça sua parte e distribua essas “sementes de esperança” que podem transformar vidas.

Erton Köhler, Nossa Esperança, MM 2019, CPB

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA