Escuta, Senhor, a minha oração e atende à voz das minhas súplicas. – Salmo 86:6

O Salmo 86 é de grande beleza e suavidade, impregnado de um espírito de piedade. Não apresenta claras linhas de progressão de pensamento, mas uma sucessão intercalada de exclamações de petição, louvor e gratidão.O salmo é notável por apresentar razões para orar e pela certeza da resposta às orações.

  • Ouve minha oração, ó Deus! Responde-me! Sou um miserável infeliz! Faz algo pela minha segurança – não vivi uma vida justa? Socorre teu servo, pois dependo de ti! Tu és o meu Deus; tem misericórdia de mim! (v.1-2);
  • Conto contigo desde a manhã até a noite. Dá a teu servo uma vida feliz: eu me ponho em tuas mãos! Todos sabem que és perdoador, generoso para com todos os que pedem socorro. Presta atenção, ó Eterno, à minha oração! Ouve meu grito de socorro! Toda vez que estou com problemas, recorro a ti, certo de que me atenderás (v.3-7);
  • Não há ninguém que se pareça contigo entre os deuses, ó Senhor, e nada que se compare às tuas obras. Todas as nações que fizeste estão a caminho, prontas para te honrar, ó Senhor, prontas para mostrar tua beleza e fazer desfilar tua grandeza, e as grande obras que realizas. Deus, tu és único: não há ninguém igual a ti! (v.8-10);
  • Ensina-me, ó Eterno, a andar como se deve, e seguirei teu caminho de verdade. Junta-me, coração e mente, e, inteiro, te adorarei com temor. Do fundo do meu coração agradeço a ti, querido Senhor; nunca mantive segredo do que és capaz.. Tu sempre foste generoso para comigo – quanto amor! Tu não me deixaste cair no abismo! Agora, Deus, esses tolos estão me perseguindo! Uma gangue perigosa está atras de mim, e eles não se  importam nem um pouco contigo. (v.11-14);
  • Mas tu, ó Deus, és só bondade, não te iras facilmente, e, por causa do teu amor imenso, nunca desistes. Então, olha-me nos olhos e mostra bondade, dá ao teu servo força para continuar, salva teu filho querido! Mostra quanto me amas, e os que me odeiam ficarão de queixo caído, quando tu, ó Eterno, com bondade e poder, de novo me reergueres.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA