Este livro, “Ben Carson”, é uma auto-biografia, de um menino pobre de Detroit, desmotivado, que tirava más notas na escola. Sua mãe, apesar de não saber ler, incentivava os filhos a irem a biblioteca e pegarem livros para lerem diariamente, ao invés de ficarem assistindo tv. Isso fez com que mudasse a vida do menino, que começou a estudar, e aos 33 anos, já formado, se tornou o diretor do Centro de Neurologia Pediátrica do Hospital Universitário Johns Hopkins, em Baltimore, Estados Unidos.

Em 1987, o Dr. Carson alcançou renome mundial por seu desempenho na bem-sucedida separação de dois gêmeos siameses unidos pela parte posterior da cabeça – uma operação complexa e delicada que exigiu cinco meses de preparativos e 22 horas de cirurgia. Sua história, profundamente humana, descreve o papel vital que a mãe, uma senhora de pouca cultura, mas muito inteligente, desempenhou na metamorfose do filho, ajudando a transformar um menino sem perspectivas em um dos mais respeitados neurocirurgiões do mundo.

Li e recomendo a leitura. Também é o autor dos livros “Sonhe Alto” e “Risco Calculado“, além de ser o tema do filme “Mãos Talentosas“.