NEM UM EM VINTE – MM 2019

0
34

E todo o povo ia ter com Ele ao templo, de manhã cedo, para O ouvir. Lucas 21:38, ARC

Algumas visões causaram forte impacto em Ellen White. Uma delas, que se refere aos últimos dias, a deixou “profundamente impressionada” pelas cenas apresentadas. “Parecia estar ocorrendo em muitos lugares um grande movimento – uma obra de reavivamento. Nosso povo cerrou fileiras correspondendo ao chamado de Deus” (Mensagens Escolhidas, v. 2, p. 402). Foi um impacto positivo ao ver a grande aceitação dos filhos ao forte chamado do Pai. Mas, ao olhar para este tempo do fim em que vivemos, as perguntas são imediatas: Quando acontecerá esse renascimento espiritual? A promessa é para estes dias ou para algum tempo no futuro? O cumprimento da promessa depende apenas da vontade de Deus ou está vinculado ao preparo das pessoas?

Sem dúvida, a promessa é para nossos dias. Deus está esperando que você e eu, e toda a igreja, estejamos com o coração preparado para esse reavivamento. Será um ato especial de Deus, mas relacionado a uma condição especial de Seus filhos.

O grande risco que corremos hoje é nos satisfazermos com grandes festas ou projetos, produzir bonitos materiais, construir belos templos, ouvir sermões bem preparados e esquecer que todas essas coisas são apenas aparência, ou podem ser um resultado, mas não são a essência desse movimento. A essência do reavivamento é um movimento espiritual. Segundo Billy Graham, reavivamento “não é descer a rua com um grande tambor; é subir ao Calvário em grande choro”. Não é uma simples mudança de método, mas uma profunda mudança de conteúdo.

Para isso, precisamos viver na presença do Senhor. Ellen White alerta: “Nem um entre vinte dos nomes que se acham registrados nos livros da igreja está preparado para finalizar sua história terrestre, e se acharia tão verdadeiramente sem Deus e sem esperança no mundo, como o pecador comum” (Serviço Cristão, p. 41). Apesar de serem números simbólicos, eles apresentam uma proporção muito perigosa. Pela graça de Deus, essa realidade precisa ser diferente.

Qual é a sua condição? O reavivamento tem um chamado corporativo, mas envolve uma decisão individual. Não seja um dos despreparados. Faça parte daqueles que, começando “de manhã cedo” fazem do Senhor a prioridade da vida.

Erton Köhler, Nossa Esperança, MM 2019, CPB

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA