QUAL É SEU PREÇO? – MM 2019

0
58

Tendo terminado todas essas tentações, o diabo O deixou até ocasião oportuna. Lucas 4:13, NVI

Um jovem, precisando de conselhos, procurou um homem sábio. No início da conversa, o sábio disse: “Preciso lhe conhecer melhor, por isso responda a uma pergunta: Se você nunca fosse descoberto e ninguém ficasse machucado, você mentiria por 10 mil dólares?” O jovem pensou um pouco e respondeu afirmativamente. O sábio balançou a cabeça e continuou. “Tudo bem, então só mais uma pergunta: Você mentiria por dez centavos?” Furioso, o jovem respondeu: “Que tipo de pessoa você acha que eu sou?” O sábio respondeu. “Eu já sei que tipo de pessoa você é. Estou tentando apenas descobrir o seu preço.”

Para derrotar você, o inimigo também está tentando descobrir seu preço e faz isso com a tentação. Ele busca seu ponto fraco e não vai descansar até seduzir você. Ele quer encontrar apenas a “ocasião oportuna”.

Não é difícil entender como tudo acontece, pois a tentação tem cinco fases distintas e claras. Quando você aprende a identificá-las, o inimigo perde espaço, e o Espírito Santo ganha força.

Atenção. Algo o atrai e desperta o interesse. É aquela olhada mais atenta.

Consideração. Avaliação dos prós e contras daquilo que o atraiu.

Desejo. Momento em que você começa a gostar e decide se vai em frente ou não. É quando a tentação pode se tornar pecado. Desejo acariciado vira pecado, mas desejo negado vence a tentação.

Planejamento. O pecado já é real, mas não foi executado por falta de oportunidade. Começam os planos para tirar o máximo proveito, não ser descoberto nem gerar qualquer escândalo.

Ato. Até aqui, todo o processo aconteceu apenas dentro da mente. O ato será revelado quando houver a possibilidade ou no momento de maior fraqueza.

As armas do inimigo são muitas, mas Deus é maior do que todas elas. O segredo para vencer em Seu nome é vigiar e orar (Mc 14:38), revestido “de toda a armadura de Deus” (Ef 6:11). Qualquer descuido abre a porta para o inimigo atacar e encontrar você desprevenido.

O conselho é simples: “Os que não querem cair presa dos enganos de Satanás devem guardar bem as vias de acesso à alma; devem se esquivar de ler, ver ou ouvir tudo quanto sugira pensamentos impuros” (Atos dos Apóstolos, p. 518). Quando o inimigo bater à sua porta, peça a Jesus para atendê-lo.

Erton Köhler, Nossa Esperança, MM 2019, CPB

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA