NÃO OPERO SEM ORAR – MM 2019

2
101

Os que confiam no Senhor são como o monte Sião, que não se abala, firme para sempre. Salmo 125:1

Uma das datas mais sensíveis do calendário é o dia internacional de luta contra o câncer, que acontece hoje. Em todo o mundo estão sendo realizadas atividades de prevenção e apoio às famílias que enfrentam os desafios dessa doença. É uma luta que envolve mudança de hábitos, o uso dos melhores recursos da medicina, esperança e confiança no Senhor.

A história de René é um lindo exemplo de transformação em meio à dor. Há alguns anos, ele foi ao Hospital Adventista Silvestre, no Rio de Janeiro, com relatórios médicos pouco animadores. Estava com câncer no estômago e precisava de uma cirurgia. No dia do procedimento, o doutor Daniel Reis se aproximou da cama de René. Depois de cumprimentá-lo, pediu permissão para realizar uma oração, de acordo com seu costume.

René rejeitou e disse: “Como vice-presidente da Sociedade Ateísta do Brasil não preciso de um Deus em quem não acredito, muito menos de oração.”
A resposta do doutor Daniel foi rápida e direta: “Respeito sua opinião, mas quero deixar claro que não opero sem orar. Neste caso, teremos que procurar outro médico.” René entendeu que precisava ser mais flexível e disse: “Para mim não é necessário, mas se você precisa então pode orar.”

O doutor Daniel e os demais médicos fizeram um círculo ao redor de René e oraram. A cirurgia foi bem-sucedida, mas seu quadro era desafiador. Alguns meses depois, teve que passar por uma segunda cirurgia; mas, no intervalo de tempo entre as duas, ele recebeu estudos bíblicos, orações e abraçou as promessas de Deus.

No dia da segunda cirurgia, antes que os médicos orassem, o próprio René se antecipou: “Vocês não vão orar por mim?” Pouco tempo depois, ele disse: “Deus permitiu essa doença para que eu pudesse viver.” No momento de dor, René aprendeu a se apegar ao Salvador.

A doença pode ser tragédia ou oportunidade, depende de você. Se permitir que Deus assuma o comando, a dor será transformada em paz. Em breve, “todas as perplexidades da vida serão então explicadas. Onde para nós apareciam apenas confusão e decepção, propósitos frustrados e planos subvertidos, veremos um propósito grandioso, predominante, vitorioso, uma harmonia divina” (Educação, p. 305). Nos braços do Senhor, qualquer peso fica mais leve.

Erton Köhler, Nossa Esperança, MM 2019, CPB

2 COMENTÁRIOS

  1. Eu procurava pelos montes de Sião quando cheguei a esse texto.
    Que Graça maravilhoso é essa que o Senhor nos concede.
    Regozijo-Me por esse testemunho e por cada palavra aqui escrita.
    Deus é bom!

    • Ola Carolina! Fico feliz por você ter encontrado o que procurava aqui em meu blog. Deus te abençoe e seja uma realidade em tua vida a cada dia.
      Realmente, Deus é bom o tempo todo!