O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento. Oseias 4:6

Em Oseias 4, vemos os juízos de Deus contra os pecados do povo e dos sacerdotes, e contra a idolatria. A nação de Judá é exortada com a calamidade de Israel.

Acusações do Senhor contra Israel:

Ó israelitas, ouçam a palavra do Senhor, porque o Senhor tem uma acusação contra vocês que vivem nesta terra: A fidelidade e o amor desapareceram desta terra, como também o conhecimento de Deus. Só se vêem maldição, mentira e assassinatos, roubo e mais roubo, adultério e mais adultério; ultrapassam todos os limites! E o derramamento de sangue é constante. Por isso a terra pranteia (está de luto), e todos os seus habitantes desfalecem; os animais do campo, as aves do céu e os peixes do mar estão morrendo. (v.1-3)
Mas, que ninguém discuta, que ninguém faça acusação, pois sou eu quem acusa os sacerdotes. Vocês tropeçam dia e noite, e os profetas tropeçam com vocês. Por isso destruirei sua mãe (Israel). Meu povo foi destruído por falta de conhecimento. Uma vez que vocês rejeitaram o conhecimento, eu também os rejeito como meus sacerdotes; uma vez que vocês ignoraram a lei do seu Deus, eu também ignorarei seus filhos. Quanto mais aumentaram os sacerdotes, mais eles pecaram contra mim; trocaram a glória de Deus por algo vergonhoso. (v.4-7)
Eles se alimentam dos pecados do meu povo e têm prazer em sua iniquidade. Portanto, castigarei tanto o povo quanto os sacerdotes por causa dos seus caminhos, e lhes retribuirei seus atos. Eles comerão, mas não terão o suficiente; eles se prostituirão, mas não aumentarão a prole, porque abandonaram o Senhor para se entregarem à prostituição, ao vinho, prejudicando o discernimento do meu povo. Eles pedem conselhos a um ídolo de madeira, e de um pedaço de pau (imagens dos ídolos) recebem resposta. Um espírito de prostituição os leva a desviar-se; eles são infiéis ao seu Deus. Sacrificam no alto dos montes e queimam incenso nas colinas, debaixo de carvalhos, álamos e terebintos, onde a sombra é agradável. Por isso as suas filhas se prostituem e as suas noras adulteram. Não castigarei suas filhas por se prostituírem, nem suas noras por adulterarem, porque os próprios homens se associam a meretrizes e participam dos sacrifícios oferecidos pelas prostitutas cultuais — um povo sem entendimento precipita-se à ruína! (v.8-14)
Embora você adultere, ó Israel, que Judá não se torne culpada! Deixem de ir a Gilgal; não subam a Bete-Áven. E não digam: “Juro pelo nome do Senhor!” Os israelitas são rebeldes como bezerra indomável. Como pode o Senhor apascentá-los como cordeiros na campina?  Efraim (Israel) aliou-se a ídolos; deixem-no só! Mesmo quando acaba a bebida, eles continuam em sua prostituição; seus governantes amam profundamente os caminhos vergonhosos. Um redemoinho os varrerá para longe, e os seus altares lhes trarão vergonha. (v.15-19)

O conhecimento específico que lhes faltava era o de Deus, o mais essencial de todos os saberes. Isaías atribuiu o cativeiro a essa falta de entendimento (Isaías 5:13). Embora Deus possa relevar certos tipos de ignorância, Ele não tolera em Seu povo eleito a ignorância das coisas espirituais (Êxodo 4:21). As pessoas seriam inevitavelmente destruídas por sua falta de conhecimento essencial. Os homens são responsáveis não só pelo que eles sabem, mas também por aquilo que poderiam ter conhecido se tivessem se aplicado a obter os conhecimentos essenciais. Isso pode exigir uma mudança de conduta, algo que um coração amante do pecado não está disposto a realizar. 

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA